top of page
  • Foto do escritorAna Sou

Amo-Vos-Me

Já devem ter percebido que frequentemente termino as minhas mensagens com "Eu Amo-Te-Me" ou "Eu Amo-Vos-Me".

O que é que eu quero dizer com tal afirmação que desafia a gramática convencional?


Ao mencionar qualquer uma das duas estou a aceitar, sentir e honrar dois princípios: que para Amar o Outro tenho de me Amar a mim e que não me Amo sem Amar o Outro.


Ou seja, estou a reconhecer a Unidade, estou a reconhecer que cada um de nós faz parte do Todo, É o Todo e um UM único e perfeito.

Tal pode parecer contraditório mas não o sinto assim.

Todos Somos Seres Divinos, Todos temos a divindade em nós. Aliás, o tão desejado regresso de Cristo, para mim, mais não é que a nossa tomada de consciência de que todos temos o Cristo em nós, a energia pura e abençoada do Amor Divino e Incondicional, mesmo que racionalmente tenhamos alguma dificuldade em aceitá-lo.


Tal tomada de consciência não é tranquila até porque diariamente nos deparamos com pensamentos de julgamento seja para connosco, seja para com os outros. Diariamente, nos lamentamos por este ou aquele ter dito ou feito isto ou, simplesmente, emitimos um pensamento acerca de algo que observamos e/ou sentimos e imediatamente catalogamos de certo ou errado, de correto ou incorreto e tentamos atrair ou rejeitar, consoante a nossa tomada de posição, sem nos darmos conta que tudo o que rejeitamos estamos a criar, mais não seja porque, frequentemente, emitimos uma emoção muito mais intensa quando rejeitamos ou odiamos algo e nós criamos aquilo em que colocamos a nossa atenção, faz parte da nossa qualidade Divina.


Acontece também que, mesmo quando reconhecemos o Divino em nós, acabamos por nos limitar por acharmos que não somos merecedores de tal dádiva e assim vamos vivendo à sombra de quem na verdade Somos, filhos e filhas muito Amados do Amor Maior.


Sei que todos temos dias e que andamos a atravessar um período de uma certa desestruturação pessoal mas, qualquer morte simbólica do "Eu" mais não é que a maravilha de renascer e eu só posso desejar, para mim e para vós, que saibamos morrer a cada dia para o passado e renascer a cada dia para o Agora mais inteiros, seguros, despertos e conscientes da nossa Divindade.

Se é algo que se conquista de um dia para o Outro? Não.

É uma aprendizagem constante mas que certamente nos trará um sentimento de Plenitude, de Êxtase e de Amor Profundo.

Certa de que vale a pena caminhar, exulto-vos a acreditarem em vós próprios, a ouvirem-se antes de tudo o mais e a permitirem-se viver sem julgamentos ou depreciações de qualquer tipo.


Caminhamos juntos.

De coração Grato, porque sem cada um de vós a minha vida seria mais pobre,


Eu Amo-Vos-Me!


2 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Existir ...

コメント


bottom of page