top of page
  • Foto do escritorAna Sou

Brilha

"Escolheste esconderes-te na caverna.

Por autocomiseração e pena, tantas foram as vezes que prescindiste de Ti e nesses momentos só sentias o frio da noite escura, do húmido do fundo do poço a embrenhar-se nos teus sentidos e a convidar-te a ficar, a desistir, numa teimosia autoconsentida. Até que...

E o desistir foi ficando para trás ... até porque no meio do turbilhão da dor, do desespero da solidão autoimposta ouvias rir, ecos de Felicidade e Êxtase, e vias Luz... uma Luz que sentias como familiar e ainda assim querias e crias distante...

Ainda quiseste acreditar que o riso e o êxtase eram insulto, um eco indulto de dor, até que percebeste que esse som afinal era uma música que vinha de dentro, que só podias ouvir o eco do que em Alma emitias ... e essa foi a consciência que te convidou a virar, a parar de fazer de cada dia uma parede negra de sofrimento... e o escuro deu aconchego à semente, e Tu Permitiste-Te despontar.

Agora é o momento de ver o Sol... um Sol que afinal é um reflexo daquele que Te irrompe do peito e do Plexus Solar.

Afinal... a sombra foi o estágio do incubar, foi o mergulho que Te permitiu encontrar o caminho e, passo a passo, recordar.


Eu compreendo-Te pois Permiti-Me viver o Mesmo e Acredita quando te digo ... uma vez reconhecida a realeza em Ti, o teu brilho Solar, já não há dúvida ou volta a dar.


O Brilho do Sol em Ti é tão intenso que convida a sombra a brilhar.


Brilha-Te

Ama-Te

Solariza-Te

Honra-Te

Reconhece-Te


SOMOS!

Eu Te Abençoo "


"Amatesaru" por Ana Sou

4 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Inspirar

bottom of page