top of page
  • Foto do escritorAna Sou

Um ano depois...


As sincronias do DIVINO são absolutamente Magnificentes. Há um ano, dia 24 de setembro de 2022, escrevi ... "Mulher, Tu És Prazer, tens Direito e Mereces ter Prazer e não És estranha, disfuncional, incapaz, desconectada de Ti ou frígida por nem sempre O sentires. Homem, Tu És Prazer, tens Direito e Mereces ter Prazer e não És homossexual, disfuncional, incapaz, menos Homem ou impotente por nem sempre O sentires. Mulher, Não tens de ter livro de instruções, não és louca por teres período nem instável ou aluada por Seres mulher e completamente subjugada ao jugo das hormonas. Homem, Não és básico, igual a todos os outros, só sexo orientado, insensível, frio, fútil, competitivo nem vês as mulheres como objetos só porque sim e completamente ileso às variações hormonais e às emoções. Mulher e Homem Difere o Corpo físico, Tudo o mais É igual. Sorrir em dor, negar o que se deseja, ter medo de quem se é e da opinião do outro, almejar Amar e ser Amado, ser reconhecido pelo seu Eu, pela sua individualidade e valor pessoal, pelas suas diferenças e por o que os Une, num desejo profundo e intrínseco de ter Prazer e Ser Feliz. Mulher e Homem Divinos Humanos sois. Com medos, resistências, Ego, variações hormonais, desejos e hesitações. Mulher e Homem Nenhum de vós existe pela metade. Em cada um, o Todo e o Uno que expandido caminha quando encontra aquela(e) que Una(o) em Si, @ escolhe para caminhar e voar junto, partilhando Liberdade, emanando Ser. Mulher ou Homem Ninguém Te completa, por inteira(o) já o SERes. Que Te acompanhe Aquela(e) que Te sente, Honra, Amplifica e Ama só por em AlmAmor Te ver." Um ano depois, no mesmo dia, acedo a esta memória no dia em que vivo, em conjunto com mais 23 Divinas Mulheres, o Retiro "ReNasSer - Da Lilith e da Eva à Deusa", onde a Honra ao chakra Sagrado ou Sexual esteve sempre presente e o reconhecimento dos Sagrados, Feminino e Masculino, também. GRATIDÃO, HONRA e AMOR profundos a Todas as presentes, à sua coragem, determinação, entrega, rendição, humildade e profundo Amor. GRATIDÃO, HONRA e AMOR profundos ao espaço, coração, útero e raiz que nos acolheu... o Terra Raiz. A TI, HONRO TE ME! AMOTEME! Somos!

Não há para onde ir, tal como não há de onde vir. Só Há o Ser. No reconhecer desta verdade, encontras a serenidade e, simplesmente, deixas-te de tretas. Por isso, larga a mesmice e ASSUME-TE! ÉS. DIVIN@ HUMANO, ÉS! Quanta Honra SER e saber em Ti outro Eu meu e Eu o teu outro Eu. AMOTEME SOMOS Ana Sou — em Terra Raíz.

4 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page