top of page
  • Foto do escritorAna Sou

Tudo o que eu crio eu vivo



E se as tuas Mãos Te doassem enquanto Te sustentam e nutrem? E se o que mais Temes é o que mais Te Liberta, Amplia e expressa o Ser?


Assim em Ti, assim em Mim.


PermiteTe ir além, permiteTe deitar caixas por Terra, resignificar as histórias que contaste vezes e vezes sem conta... as que criaste para Ti, as que criaste para Ti na Presença do Outro, as que criaste do Outro, das situações, do que esperar.


Tudo o que eu crio eu vivo. Consciente ou Inconscientemente.


O que estás a obter da Vida espelha o que tens Criado, seja fluído ou constrito e só Tu podes desmistificar, desiludir e na perspectiva daquel@ que se permite observar-se com Amor, dar um novo sentido à Vida e mudar o Mundo. O Teu. Eu mudo o Meu.


Reconhece o caminho percorrido.


Quando o desafio surgir expressa as tuas emoções, sem fuga, em consciência. Pára de lutar contigo. Aceita a tua Humanidade, Honra a Sombra. Só nesse diluir em Ti Te podes Permitir vibrar Un@ na presença do Outro.


Podes ter milhares de relacionamentos e não teres intimidade plena nem contigo nem com ninguém. Agora, só Te posso dizer o que sinto e o que CoCrio...


Estar em Plenitude é estar na fusão do Ser... e haverá maior expansão do que vibrar o Ser em completude com Outro Ser?


Chegou a Era do Amor vivido em complemento. Agora é o Tempo de escrever e pintar novas páginas, novas Telas, no Livro Vida.


Estar em solitude mesmo quando acompanhado é uma Benção, é foco, é Consciência. Estar em Solitude num estar diluído de Ser em que dois podem caminhar íntegros em Si e com o Outro, em que a telepatia é o diálogo consentido, em que as emoções são límpidas, os Sentires plenos ... Consciência que abre caminhos, em que cada um acrescenta, lado a lado, honrando todos os papéis e esquecendo-os por simplesmente já não mais serem necessários ... esse é o caminho, isso é Amor.


Agora, expresso a minha Escolha. ReEscrevo. Sem "se". Retira os "se".


Todo o meu Ser doa-se a Ti enquanto Me nutro e sustento. És em Mim. És-Me |ponto final|


Quanto ao Medo. Abençoo-o. Nesse Abençoar ele expressa-se em Portal. Entro e reLembro... é tudo tão simples ... afinal, Tudo É AMOR!


A minha solitude é vivida no pleno de Mim contigo.


Ana Sou

4 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

ความคิดเห็น


bottom of page