top of page
  • Foto do escritorAna Sou

No Centro



Sempre que quero Agradar, encaixar, pertencer Ser conforme


Perco o meu centro


Sempre que me quero Perfeita Super mulher Super Homem Guerreira independente


Perco o meu centro


Sempre que me exijo Me julgo ou condeno Me culpabilizo


Perco o meu centro


Sempre que teço teias De ilusão E falso contentamento Na vã glória do orgulho Em preconceito


Perco o meu centro


Sempre que me vivo Sem nada querer Num inspirar fluído de Ser Leve, diluída, Presente Em Uno com o sentido da Vida Em silêncio e solitude consentida


Encontro-Me e Encontro-Te No Centro Onde o ponto uno Vive Essência


Amor.


Ana Sou

6 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Σχόλια


bottom of page