top of page
  • Foto do escritorAna Sou

Na espiral do tempo



PedeMe o Ser O resguardo de TeMe Ser No silêncio somente


Mergulho no mar do sentir Deixando cair véus Encarando ilusão


Que o caminho Faz-se íntegro Semeando Amor Onde antes havia dor


É chegado o tempo De largar as peles Caminhar a cru


Vibrar além da crença Da expectativa E criar um novo estar A cada dia


Na espiral do tempo Cada instante é pleno de mudança


Enraíza, resguarda e expressa E almejasTe aurora de Esperança


Ana Sou


(Em resguardo... Até já!)

7 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page