top of page
  • Foto do escritorAna Sou

Confesso-Me na eternidade



Confesso-Me na eternidade

omissa no instante

Fugaz

Ergo-Me no simples saborear

Que eleva a inconstância

Ao Divino abraçar

Ocorro-Me no prazer

Perene e simples

De Me Ser Livre

Enquanto contigo

Que o corpo

Fala a língua dos amantes

Que só a c'Alma sente e expressa...


Conheço-Me-Te na Eternidade

Onde a cada instante

Num golo de inspirar

Te beijo a Alma no olhar.


Ana Sou

9 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page