top of page
  • Foto do escritorAna Sou

RIO


"Sei porque vos prefiro RIO.

Podem nem se lembrar da nascente e ainda assim querem-se foz.

O Passado não resolvido asfixia o Sol dos sentidos e numa réstia de típica idiotice Humana, pasmado fica o Divino com tanto azedume arquivado na garganta de tantas gerações.

Da gaveta inspirada por tanto condão humano, ecoa em pauta o enferrujado grito na pele dos ancestrais que finalizados em fel no esqueleto do tempo, desaguam renascidos na foz em oceano canto."


Março de 2021

Ana Sou


(escrito em instantes no contexto de um desafio de 77 palavras com algumas palavras obrigatórias à mistura )

4 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Kommentare


bottom of page