Image by Jordan Wozniak

Meditação/ Exercício do Perdão

Enquanto inspiras profundamente pelo nariz até não haver mais ar para entrar, susténs a respiração e expiras profundamente pela boca até não haver mais ar para sair (repetindo algumas vezes) sentes como te conectas ao centro da Grande Mãe Terra pelos teus pés /raízes e pelo Alto da tua cabeça/ antena cósmica sintonizada com a Energia do Princípio Criador Mãe-Pai Divinos e do Sétimo Sol Central.
Ao fazê-lo sentes a Paz que te sustenta e envolve em lemniscatas de luz, para a frente, para trás, para a direita, para a esquerda, para cima e para baixo, sempre em teu redor como se estivesses dentro de um ovo de Luz que expande e abraça toda a Terra e todo o Cosmos, universos, multiversos e dimensões conhecidas e por conhecer.

Nesse estado de enraizamento e conexão profundas vais afirmar, de Alma e coração,

"Se eu feri ou magoei alguém, nesta vida ou em qualquer outra, consciente ou inconscientemente, Peço o seu Perdão!
Eu peço-te Perdão!"

(enquanto manténs a respiração vais deixar que surjam imagens/pessoas/situações na tua visão interior e a cada uma vais dizer "Eu peço-te Perdão!")

Quando sentires que podes avançar, mantendo o estado de conexão, vais afirmar:

"Se alguém me feriu ou magoou, nesta vida ou em qualquer outra, consciente ou inconscientemente, Eu Perdoo!
Eu Perdoo-Te!"

(enquanto manténs a respiração vais deixar que surjam imagens/pessoas/situações na tua visão interior e a cada uma vais dizer "Eu Perdoo-Te!")

Uma vez emanado o Perdão ao Outro, e nesse estado de libertação e Gratidão profundas, vais afirmar

"De todas as formas que eu me feri ou magoei, nesta vida ou em qualquer outra, consciente ou inconscientemente, Eu Perdoo-me!
Eu Perdoo-me! Eu Aceito-me! Eu Sou Grata(o)! Eu Amo-Me!"

(mais uma vez, enquanto manténs a respiração vais deixar que surjam na tua visão interior emoções/situações em que te feriste e a cada uma vais dizer "Eu Perdoo-me! Eu Aceito-me! Eu Sou Grata(o)! Eu Amo-Me!")

Esta é uma Meditação/Exercício que podes fazer sempre que entenderes.
Nunca é demais. Nunca é de menos.

Eu Honro-Te-Me! Eu Perdoo-Te-Me! Eu Aceito-Te-Me! Eu Sou-Te-Me imensamente Grata! Eu Amo-Te-Me!