top of page
  • Foto do escritorAna Sou

Contemplação



O Tempo que Te Permites na contemplação de Ti mesm@ é inestimável.


Uma contemplação que Te transcende. Uma contemplação fusão no Todo e no instante presente.


Podes fazer retiros, tirar formações, estar em círculos de Mulheres, de Homens ou até mistos e ainda assim seres um(a) perfeit@ estranh@ em Ti. Sai da mente. Habita o coração.


Qualquer reconhecimento, qualquer caminho faz-se no DesFormatar, no ir além da Caixa de Pandora que criaste, que criei.


Cada um de nós é responsável pela sua própria jaula e quantas vezes a porta está escancarada e simplesmente esquecemos que temos asas, esquecemos que sabemos voar.


Pára tudo.


Sente o vento que te agita as penas, Te convida a libertar da Dor, do Medo, do Engano, da ilusão e do Sofrimento. Pára de escrever a história do esquecimento. Escreve Vida, escreve liberdade. Voa.


Sente o calor do Sol, acolhe o fogo que te dá anima ao Ser, que Te expressa em Amor Maior, que por Ti se expressa. Ama.


Sente a água que te nutre desde o Ovo Uno da Criação, que é o teu líquido amniótico, onde toda a experiência é criada desde o ADN à emoção. Flui.


Sente a Terra que te nutre, acolhe, dá segurança e raiz. Cultiva o teu jardim interior. Caminha.


Sente o Éter que a Tudo Permeia e em Ti é o canto da Voz Una da Criação, em Ti é Sabedoria AlmAlinhada, Consciência vivida em Presença no Agora. Sê.


SenteTe e nesse SEntiR estarás a mergulhar no mais profundo de Ti. Nesse SEntiR encontras o familiar, o porto de abrigo, o sentido, a existência, o Propósito, o caminho, a Luz e a Sombra, num caminhar pleno, num acolher daquel@ que percebeu que nada há fora de si, que Tudo É dentro e que afinal...


Nada mais existe ... a não ser...


AMOR!


Todas as Bênçãos AmoTeMe Somos


Ana Sou

7 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page