top of page
  • Foto do escritorAna Sou

A tomada de Consciência


Hoje dei-me conta que nem todas as minhas ações são inocentes, espontâneas e íntegras.

Logo o convite é a vibrar-me inocente, espontânea e integramente em todas elas. Sinto mesmo que esse É O caminho do Manifestar o Divino em corpo.


Enquanto tal não acontecer estou a dar espaço à expressão do Ego, do Medo e da Resistência e de tudo o que em Mim se esconde na Sombra para ter poder.


A chave?

A consciência de Mim mesma e o Mergulho interior.

Em Mim, Tudo, em Ti também.

Mesmo quando a Mente te atraiçoa e convida a agir sem as qualidades acima referidas, mesmo assim, um Propósito Divino Maior está a ser cumprido.

O meu papel, e o teu, nisso tudo, é o exercermo-nos em cada vez maior consciência e transparência a cada instante.

Ao fazê-lo também estou/estás a Escolher o Amor, pois tudo o que não vibra Alma é um convite à sua expressão e tantas vezes vem como Acupuntura Divina, criando assim os desafios, as dores, as mágoas, as doenças... dando forma ao Medo e à Resistência.

Enquanto não Me/Te vibrar(es) Inocente, Espontânea e Integramente em todas as situações, sou Eu/És Tu que estou/estás a dar forma e expressão à dualidade.


A tomada de Consciência é o primeiro passo para O manifestar do que há a libertar e mudar, criando uma realidade diferente e muito mais AlmAlinhada.


Esta foi a minha Meditação ativa de hoje, enquanto Me observava no meu dia a dia e fi-la, sem culpa ou julgamento, só em responsabilidade.

E Tu, observas-te, amorosa, compassiva e responsavelmente?

E a tua tomada de consciência/Meditação de hoje, qual foi?


Pela Graça Divina, Todas as BÊNÇÃOS

AMOTEME

SOMOS


Ana Sou

13 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page