top of page
  • Foto do escritorAna Sou

A restrição e a Abundância

Atualizado: 13 de ago. de 2021

Desde a queda da Atlântida, altura em que descemos do nível vibracional de quinta dimensão para a terceira e altura em que praticamente enfrentámos a extinção … não a extinção da humanidade no seu todo mas a extinção de uma civilização ancestral em conjunto com a energia remanescente que ainda vibrava da antiga Lemúria… desde essa altura que vivemos o véu da ilusão e ficámos sujeitos à noção da separatividade que teve imensas consequências, sendo que uma delas é a carência, o mesmo que dizer, a restrição e a pobreza. Antes, havia de tudo para todos de acordo com o Direito Divino.


Frequentemente entram em contacto comigo por motivos relativos à carência económica e à falta de sucesso pessoal e profissional.


Seja qual for a situação em que te encontras, compreende que esta te foi trazida pela tua Alma para que processes dores antigas, para que aprendas a resgatar o teu poder pessoal, cortes cordões energéticos antigos e elimines contratos feitos noutras vidas.


Há uns tempos pediram-me uma leitura da Alma em que, no decorrer desta, emergiu a situação que deu origem ao bloqueio agora vivido e que está ligado a esta temática.

Numa vida anterior, esse Ser tinha vivido uma vida de extrema abundância e riqueza mas as suas atitudes tinham sido pautadas pela avareza, pela inveja e pelo ódio aos seus semelhantes. Em todos via uma ameaça e a todos tratava friamente. Só o poder, os bens e o dinheiro contavam. Quando na hora da morte se viu confrontado com a sua solidão e teve a oportunidade de rever e avaliar as suas atitudes, afirmou, no leito de morte, que renunciava à riqueza para todo o sempre, tal foi o seu arrependimento.

(Por norma não me lembro das mensagens contidas nas Leituras da Alma por serem muitas as que faço e por entrar em meditação e o que recebo ser para a pessoa e não para mim. Esta lembro-me porque, por uma circunstância da vida, a pessoa em causa pediu-me para a ouvir de novo.)

Obviamente, um contrato destes deixa repercussões para todas as vidas por vir. Imediatamente, e como se tratava de uma Leitura da Alma que convida à cura, à aceitação, à consciencialização, à integração, ao perdão e ao amor, o Arcanjo Miguel, a espada da verdade e as suas legiões foram convocadas para auxiliar a eliminar os cordões etéricos enquanto que a pessoa física era convidada a afirmar a sua intenção na eliminação do contrato efectuado, pronunciando o decreto que a Alma comunicou para o efeito.


Energética e etericamente, a situação foi limpa em todas as dimensões de tempo, espaço e ser mas nem sempre a parte física acompanha, em virtude de vícios de pensamento enraizados e que só com muito Amor, Fé, Gratidão e persistência são corrigidos. Principalmente, quando as pessoas se centram no drama e mesmo inconscientemente vivem a carência como forma de atrair a atenção dos outros e até de manipulação.

(Compreende que esta é uma energia recorrente à vivência de qualquer drama… é uma das energias de base que faz parte da formatação do medo.)


Assim sendo, como curar a carência na experiência física?

Iniciando o dia com pensamentos de Gratidão e Amor. Primeiro que tudo, tens de educar os teus pensamentos, para depois poderes mudar as tuas emoções e a tua realidade.

Ao iniciares o dia com afirmações de Amor, Perdão e Gratidão por ti própria(o) e pelo Universo passas a emitir uma energia completamente nova. Deixas de te centrar no drama e passas a centrar-te na Gratidão, a verdadeira energia da manifestação.


Afirma diariamente ao espelho: “Eu Amo-me, Eu aceito-me, Eu perdoo-me, Eu Sou imensamente Grata(o) ao Universo por ser o meu Eu Sou” e ao longo do dia sê grata(o) por tudo e mais alguma coisa. Por teres ar para respirar e pulmões e nariz para o fazeres, por teres olhos para contemplares as cores do dia, por teres casa, tecto, família, comida, seja o que for… o que importa é que quando passas a vida centrada(o) no drama esqueces que há tanto para ser grata(o) e quando deixas de te focar nisso, abres a tua energia à mudança, ao sentimento de perdão, cura, gratidão e Amor.


Quando passas o dia em casa sozinha(o) vê-o como uma oportunidade que o Universo te está a dar para mergulhares ao interior de ti própria(o) e encontrares Amor por ti, enfrentando os teus medos, a tua sombra, com determinação e compaixão.

Lembra-te também de confiares e de deixares de querer controlar o resultado da situação. Quando confias de Alma e coração permites que o Universo opere e te traga o que é teu por Direito Divino.

Não é fácil mas é extremamente gratificante. Tudo está na energia que emites.

Ao mudares a tua Energia o Universo corresponde e não há ninguém de exterior que te possa dar palmadinhas nas costas e fazer o processo por ti, só tu mesma(o)!


Aproveita o que te está a ser proposto, seja o que for e reconhece que se o estás a viver é porque tens em ti a capacidade de resolver e crescer com.


Assume o teu poder. Sê!


Ana Sou

0 visualização

Posts recentes

Ver tudo

Existir ...

Opmerkingen


bottom of page